Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/10473
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorNEVES, M. A.
dc.creatorGIORI, A. J. N.
dc.date.accessioned2018-09-24T14:25:21Z-
dc.date.available2018-09-24
dc.date.available2018-09-24T14:25:21Z-
dc.date.issued2018-08-07
dc.identifier.citationGIORI, A. J. N., Influência da variabilidade composicional dos resíduos de rochas ornamentais em propriedades físicas e microestruturais de cerâmica vermelha.por
dc.identifier.urihttp://repositorio.ufes.br/handle/10/10473-
dc.description.abstractA geração de resíduos é um problema mundial, principalmente quando esses são depositados em locais impróprios, causando a contaminação de águas e solos. Todos os dias são geradas grandes quantidades de resíduos durante o processo de beneficiamento de rochas ornamentais. Porém, esses resíduos podem ser utilizados na fabricação de peças cerâmicas e possuem uma função específica dentro da massa, não só utilizado como preenchimento, mas como material fluxante. O objetivo desse trabalho foi caracterizar, por meio de análises de difração de raios X (DRX) e fluorescência de raios X (FRX), 33 amostras de rejeitos de distintas rochas ornamentais coletadas em indústrias de beneficiamento no município de Cachoeiro de Itapemirim sul do Estado do Espírito Santo, e analisar como a variação composicional desses resíduos podem influenciar nas características da cerâmica vermelha. Foram confeccionados corpos de prova com 20% em massa de resíduo em uma matriz cilíndrica de 37 mm de diâmetro e depois, secos em estufa a 110 ºC por 24 horas e sinterizados em forno de queima cerâmica a 1000 ºC por 1 hora. Os testes realizados para essa análise foram os de retração volumétrica, massa específica real, massa específica aparente, densidade aparente, absorção de água, e microscopia óptica. Observou-se que todos os corpos de prova cerâmicos incorporados com resíduos de rochas ornamentais estão de acordo com as normas estabelecidas para absorção de água. Contudo, os corpos de prova com resíduos de rochas silicáticas apresentaram menores valores de absorção de água.por
dc.formatapplication/pdfpor
dc.publisherUniversidade Federal do Espírito Santopor
dc.subjectlama abrasivapor
dc.subjectrocha ornamentalpor
dc.subjectcerâmicapor
dc.titleInfluência da variabilidade composicional dos resíduos de rochas ornamentais em propriedades físicas e microestruturais de cerâmica vermelha.por
dc.typemasterThesisen
dc.publisher.countryBRpor
dc.publisher.programPrograma de Pós-Graduação em Engenharia Químicapor
dc.publisher.initialsUFESpor
dc.publisher.courseMESTRADO EM ENGENHARIA QUÍMICApor
dc.contributor.refereePINHEIRO, C. J. G.
dc.contributor.refereeMOREIRA, E. C.
dc.contributor.refereeBORLINI, M. C.
dc.contributor.refereeGUIMARÃES, D.
Appears in Collections:PPGEQ - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
tese_11004_Dissertação Ana Júlia Nali Giori.pdf15.85 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.